Câncer de próstata: exames precisam ser parte da rotina dos homens

0
visualizações

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens acima de 50 anos, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Estatísticas americanas apontam que um a cada oito homens desenvolverão o tipo da doença, que é responsável por cerca de 10% de todas as mortes em pacientes com a condição no Brasil, conforme divulgou o Instituto Vencer o Câncer.

Diante deste e tantos outros dados, o cirurgião urológico Clóvis Fraga, do Hospital Português, alerta para a necessidade de consultas e exames durante todo o ano, e não apenas no período de campanha do Novembro Azul. Segundo o médico, o rastreio da doença não deve esperar uma data específica para ser realizado. Homens podem – e devem – agendar suas consultas com o urologista uma vez ao ano, sendo parte de uma rotina de check-up.

“A doença não pode esperar”, explica o Dr. Fraga. De acordo com o especialista, os tratamentos cirúrgicos de casos de câncer de próstata e de cálculo urinário devem receber atenção dos pacientes, pois podem se tornar situações de emergência, levando a uma cirurgia imediata. O ideal é que o paciente adote o hábito de agendar consultas rotineiras para fazer exames e agir de uma maneira preventiva. Assim, evita-se que um caso simples se torne mais avançado e com menor chance de cura.

Ainda conforme o médico, as cirurgias, quando necessárias, seguem a tendência de procedimentos minimamente invasivos e com alta o mais precoce possível, principalmente quando a técnica utilizada é da cirurgia robótica. Na maioria dos casos, os pacientes recebem alta em até 24h após o procedimento.

Médico segurando uma fita azul em representação a consciência do câncer de próstata
Câncer de próstata: exames precisam ser parte da rotina dos homens. Imagem: funnyangel/Shutterstock

Quais os sintomas de câncer de próstata?

Entre os principais sintomas do câncer de próstata estão: sangue na urina, perda de peso, cansaço, queimação ao urinar e a micção frequente. Para entender mais sobre cada sintoma e quando ir ao médico clique aqui.

Fonte: Portal OlharDigital



LEIA TAMBÉM 

Leave Comment

EDITORIAIS

MAIS LIDAS DA SEMANA

FACEBOOK DIÁRIO GM

RECENTES